Comunidade

Lance Notícias | 14/06/2022 08:34

14/06/2022 08:34

5752 visualizações

Coisas do interior: jovem de Xaxim conta sobre sua paixão em fotografar as paisagens do campo

O jovem xaxinense Diogo Rossoni, é um verdadeiro amante da fotografia, principalmente aquelas ricas em detalhes naturais. Diogo começou a fotografar no ano de 2014, quando morava com a família na comunidade de Vila Tigre, no interior da cidade de Xaxim. Ele diz que o local reservava muitos ambientes bacanas e ele amava registrar os […]

Coisas do interior: jovem de Xaxim conta sobre sua paixão em fotografar as paisagens do campo

O jovem xaxinense Diogo Rossoni, é um verdadeiro amante da fotografia, principalmente aquelas ricas em detalhes naturais. Diogo começou a fotografar no ano de 2014, quando morava com a família na comunidade de Vila Tigre, no interior da cidade de Xaxim. Ele diz que o local reservava muitos ambientes bacanas e ele amava registrar os detalhes do campo. Além do campo, Diogo tem um amor específico pela Igreja Matriz do município.

— Como eu morava no interior, na comunidade de Vila Tigre, em Xaxim, eu tinha muita coisa bacana ao meu redor, paisagens, animais, fins de tarde lindos, existia e ainda existe muita coisa legal no campo para se registrar— fala.

Diogo começou a fotografas e postar seus registros em suas redes sociais usando a hashtag #coisasdointerior. Uma das fotos de Diogo teve destaque a nível de estado e ela foi compartilhada em várias redes sociais de Santa Catarina.

— Comecei a fotografar essas coisas e postar nas redes sociais, sempre usando a #coisasdointerior, e as pessoas, não muitas, estavam começando a gostar das minhas imagens. Um certo dia, subi o morro mais alto da propriedade do meu pai com meus cachorros, e fiz uma foto de um deles pegando o pôr do sol, ficou uma foto bem bonita, e essa foto teve um destaque muito grande, muita gente estava comentando sobre ela, inclusive teve destaque a nível de estado, algumas páginas do Instagram que postavam fotos de toda Santa Catarina gostaram da minha imagem e compartilharam— conta.

A partir desse momento, Diogo não parou mais de fotografar, ele foi aperfeiçoando até que a fotografia deixou de ser apenas um hobby.

— No início a fotografia era apenas um hobbie, depois de um certo tempo comecei a vê-la como uma oportunidade de ganhar dinheiro. Trabalhei por vários anos como pintor, durante a semana trabalhava na pintura e nos fins de semana fazia alguns trabalhos como fotógrafo. Hoje trabalho exclusivamente com fotografia—diz.

A paixão de Diogo pela fotografia começou mesmo em 2014 aos seus primeiros cliques. Ele diz que enquanto criança nunca apresentou gosto pela área. Algum tempo depois Diogo passou a fazer alguns registros na cidade, foi quando se apaixonou pela Igreja Matriz do município.

— O despertar para a fotografia surgiu mesmo em 2014, eu gostava de fotografar as coisas no interior, mas depois de um certo tempo, comecei a tirar algumas fotos na cidade também, logo me encantei pela Igreja Matriz de Xaxim, sempre achei ela um espetáculo, por isso comecei a fazer muitas fotos dela, ela fica linda nas fotos e quando tem um pôr do sol bonito, fica incrível— revela.

Diogo diz que a Igreja transmite uma grandeza em seus detalhes, e é por isso que ele gosta tanto dela.

— Muita gente comenta sobre minhas fotos da igreja, e foi através dela que minhas fotos e eu fomos ficando mais conhecidos — afirma.

Diogo conta que como hobby gosta muito de fotografar a igreja, paisagens e principalmente os detalhes do campo. Já como profissional ele ama mesmo fotografar crianças, mas realiza outros trabalhos também.

— Estou montando um estúdio de fotografia no centro da cidade justamente para ter um espaço melhor de trabalho e fotografar melhor os pequenos e pequenas— finaliza.

Deixe seu comentário