Agricultura

Lance Notícias | 18/08/2022 14:58

18/08/2022 14:58

24571 visualizações

Da Chácara: bióloga xaxinense investe na produção de geleias e produtos artesanais

A bióloga xaxinense, Débora Thaís de Andrade, de 26 anos, trabalha há um ano e meio com a produção de geleias, cervejas, vinho e vinagre, mel e produtos congelados que são croissant e pão de queijo e alguns doces. Em conversa com a equipe do Lance Xaxim ela conta que tudo é feito de forma […]

Da Chácara: bióloga xaxinense investe na produção de geleias e produtos artesanais

A bióloga xaxinense, Débora Thaís de Andrade, de 26 anos, trabalha há um ano e meio com a produção de geleias, cervejas, vinho e vinagre, mel e produtos congelados que são croissant e pão de queijo e alguns doces. Em conversa com a equipe do Lance Xaxim ela conta que tudo é feito de forma artesanal, buscando sempre aproveitar a sazonalidade dos produtos.

Por ser bióloga e atuar na área há três anos, Débora conta que trabalhar com a alimentação teve sim a influência da profissão. Ela é pós-graduada em análises laboratoriais em alimentos e bebidas.

— Tanto o curso de biologia quanto a pós ajudou muito a melhorar os processos. De produção na parte da biossegurança e na parte de armazenamento das geleias e da cerveja. Se parar para pensar, todos os produtos que faço eu uso conhecimentos da biologia. Por mais que sejam produtos artesanais são produtos com segurança alimentar, isso é bem importante para mim — fala.

A ideia de investir na produção artesanal surgiu a partir da necessidade que Débora sentiu de ter uma renda extra.

— Como eu sentia muito prazer em cozinhar e tinha muita curiosidade em descobrir novas receitas, escolhi as geleias como projeto piloto, depois fui realizando alguns cursos e iniciei a cerveja e os produtos congelados. Aproveitei a parceria com meu pai que já produzia vinho e vinagre paro nosso consumo — conta.

O nome do empreendimento escolhido por Débora, é “Dá Chácara”, ela diz que é uma homenagem ao local onde tudo começou.

— Meus pais tem uma chácara no interior de Xaxim, lá foi onde eu fiz os primeiros testes de produtos, hoje tenho uma cozinha específica só para essa produção, mas o nome “da chácara” ficou — finaliza.

Deixe seu comentário