Polícia

Lance Notícias | 25/08/2022 20:42

25/08/2022 20:42

13767 visualizações

Dia do soldado: entrevista com o subtenente da Polícia Militar, Leandro Luiz Costa

Na tarde dessa quinta-feira (25), o Lance Xaxim recebeu o subtenente da Polícia Militar,  Leandro Luiz Costa. — Soldado é todo militar componente das forças militares, sejam soldados, sargento, oficial, capitão, coronel, em sua essência, todos são soldados porque essas pessoas são contratadas para defender o país, a nação, e recebem o soldo por isso— […]

Dia do soldado: entrevista com o subtenente da Polícia Militar, Leandro Luiz Costa

Na tarde dessa quinta-feira (25), o Lance Xaxim recebeu o subtenente da Polícia Militar,  Leandro Luiz Costa.

— Soldado é todo militar componente das forças militares, sejam soldados, sargento, oficial, capitão, coronel, em sua essência, todos são soldados porque essas pessoas são contratadas para defender o país, a nação, e recebem o soldo por isso— comenta.

O subtenente ainda explica que existe a graduação de soldado, que seria a primeira graduação que se recebe quando se adentra em uma instituição militar.

Além disso, Leandro contou como era sua época de soldado:

— Com 18 anos, em 1998 eu entrei na Polícia Militar de Santa Catarina na cidade de Xanxerê como aluno soldado, hoje após 23 anos de profissão, eu, assim como muitas crianças que hoje a gente encontra e cumprimenta nas ruas e nos colégios, eu tinha intenção de ser militar. Não tinha a intenção de ser policial militar, mas graças a Deus que durante a adolescência e juventude, por ter alguns parentes também na PM, eu prestei o concurso público. Na época os requisitos para ingressar era se ter 18 anos e o segundo grau completo, hoje é diferente, precisa ter nível superior—conta.

Leandro foi soldado por seis anos e desempenhou suas funções em Xanxerê, na 4ª Companhia do 2º Batalhão e nos conta sobre como era naquela época combater o sono em uma noite de trabalho.

— Eu tenho muitas recordações daqueles tempos. Hoje em dia quando eu passo lá, lembro que foram muitas noites dentro de uma viatura na cidade e costumava dizer que numa segunda ou terça-feira não tinha nem cachorro na rua, ainda mais com o frio de agosto, mas a polícia militar estava presente. Nós literalmente víamos o sol se pôr e o sol nascer dentro da viatura— diz.

Em tom de brincadeira, Leandro fala que hoje essa função fica com os mais novos, para aqueles que chegaram agora e que tem toda a força e o vigor para tirar uma noite de serviço.

Leandro também comentou das ocorrências que aconteceram enquanto soldado e daquelas que são psicologicamente difíceis de se atender, quando envolvem dilaceramentos e também a morte ou abuso de crianças.

Além disso, Leandro explicou sobre a função de um soldado da polícia militar

— O Soldado da polícia militar tem por missão a preservação da ordem pública, então tudo que acontecer na sociedade que traga prejuízo para alguém da sociedade, a Polícia Militar precisa agir. Graças a Deus com a sociedade mais evoluída, nós temos os protetores dos animais, os bombeiros militares, o conselho tutelar e vários órgãos que ajudam a organizar e defender os direitos de algumas partes da sociedade. Na minha época de soldado, nós não tínhamos esse respaldo, então o soldado desempenhava todas essas funções.

Já no final da entrevista, Leandro comenta que após o horário das repartições públicas, é o soldado da Polícia Militar que está ali trabalhando para deixar tudo em ordem e fazer a paz continuar na cidade. Isso com a farda ou sem ela, pois a dedicação é integral e total ao serviço.

Acompanhe a matéria completa abaixo:

Deixe seu comentário