Polícia

Maicon Fiuza | 12/08/2022 09:53

12/08/2022 09:53

8371 visualizações

Polícia Civil deflagra operação “Sinuca de Bico” em Modelo e região

A Polícia Civil de Modelo realizou na manhã desta sexta-feira (12), a operação “Sinuca de Bico”, decorrente de uma das maiores, senão a maior, investigação já realizada pela Delegacia de Polícia da comarca. O inquérito policial, que inicialmente foi instaurado para apurar crime de tráfico de drogas, acabou por ser base de investigação para oito […]

Polícia Civil deflagra operação “Sinuca de Bico” em Modelo e região

A Polícia Civil de Modelo realizou na manhã desta sexta-feira (12), a operação “Sinuca de Bico”, decorrente de uma das maiores, senão a maior, investigação já realizada pela Delegacia de Polícia da comarca.

O inquérito policial, que inicialmente foi instaurado para apurar crime de tráfico de drogas, acabou por ser base de investigação para oito crimes diferentes:

– Tráfico de drogas;

– Associação para o tráfico de drogas;

– Colaboração com associação para o tráfico de drogas;

– Formação de organização criminosa;

– Induzimento a falso testemunho;

– Porte irregular de armas de fogo;

– Comércio irregular de armas de fogo;

– Estupro de vulnerável;

– Pornografia infantil.

Inicialmente, a investigação policial conseguiu demonstrar que o principal investigado, um homem de 34 (trinta e quatro) anos de idade e natural de Modelo, estava praticando a traficância de drogas ilícitas ao menos desde de 2020 na região, valendo-se principalmente de um bar de sua propriedade localizado na cidade para dissimular e facilitar o comércio de cocaína entre os próprios clientes do estabelecimento e outras pessoas.

Também foi descoberto que, além da cocaína, o investigado também realizou por diversas o comércio de armas de fogo, em especial revólveres e pistolas de calibres comuns (.38 SPL e .22 LR). Muitas dessas armas de fogo irregulares foram portadas e guardadas pelo homem e por sua companheira, mulher de 19 (dezenove) anos de idade e natural de Irati, no Estado do Paraná, igualmente investigada no caso em tela por estar associada e auxiliar o amásio no comércio de drogas ilícitas.

Os elementos de prova obtidos pela equipe evidenciaram que, ainda no ano de 2020, o homem de 34 (trinta e quatro) anos já estava profundamente envolvido com o comércio de drogas ilícitas na região, tanto é que foi possível comprovar que ele auxiliou o grupo criminoso desarticulado e preso na operação “Pollos Hermanos”, ação também realizada pela Polícia Civil de Modelo no ano de 2022, alertando seus integrantes acerca de barreiras policiais na região durante o transporte de drogas até Modelo/SC. Por essa conduta, além de responder pelo tráfico de drogas e associação para o tráfico de drogas que ele mesmo protagonizou, também incidiu no crime de colaboração com outra associação para o tráfico de drogas.

Não bastasse, o investigado também agiu durante o julgamento do caso “Pollos Hermanos” para instigar testemunhas a mentir em juízo, tornando-se partícipe do crime de falso testemunho.

O que parecia difícil de evoluir tomou contornos ainda mais graves quando os investigadores descobriram a ocorrência de diversos crimes de estupro de vulnerável por parte do investigado, que há cerca de um ano estava mantendo relações sexuais com uma menina de apenas 13 (treze) anos de idade, a quem ele chegou a induzir a realizar um aborto em determinada ocasião na qual suspeito que a adolescente pudesse estar grávida.

Neste período, o homem também incidiu na prática do crime de posse de pornografia infantil, ao solicitar e armazenar fotos da adolescente em situações de nudez e de sexo explícito consigo.

Ao final, além dos diversos crimes descobertos de maneira fortuita, ao longo dos muitos meses de investigação, foi possível constatar a existência de uma verdadeira organização criminosa em atividade na região com a finalidade de comercializar cocaína, sendo alguns de seus principais integrantes partes da associação para o tráfico alvo da investigação inicial.

Na manhã de hoje, o homem de 34 (trinta e quatro) anos de idade natural de Modelo e a mulher de 19 (dezenove) anos de idade natural de Irati foram presos por força de mandados de prisão temporária pedidos pela Polícia Civil.

Simultaneamente, cinco mandados de busca e apreensão foram cumpridos em Modelo e Serra Alta. Uma arma de fogo do tipo pistola .40 SW foi apreendida.

Em razão da natureza dos delitos investigados, em especial os de natureza sexual contra a adolescente, a maior parte das imagens do caso não pode ser divulgada.

O batismo da operação policial é uma referência à situação criminal bastante grave na qual o principal investigado se colocou e ao estabelecimento comercial do tipo bar onde parte dos fatos ocorreram, local onde costumam ser realizados jogos, dentre eles a sinuca.

Os presos foram encaminhados à Unidade Prisional Avançada de Maravilha e aguardarão a finalização das investigações, o que deve ocorrer nas próximas semanas.

Deixe seu comentário