Xaxim

Maicon Fiuza | 17/10/2022 17:30

17/10/2022 17:30

14050 visualizações

Fake news é propagada por políticos de SC sobre Igreja Adventista de Xaxim

O senador eleito Jorge Seif (PL-SC) e a deputada federal eleita Júlia Zanatta (PL-SC) compartilharam neste domingo (16) uma notícia falsa sobre vandalismo que teria ocorrido em uma Igreja Adventista da cidade de Xaxim, no Oeste de Santa Catarina. O post, que gerou polêmica e medo em fiéis, foi removido nesta segunda-feira (17). A publicação feita pela deputada e repostada pelo […]

Fake news é propagada por políticos de SC sobre Igreja Adventista de Xaxim

O senador eleito Jorge Seif (PL-SC) e a deputada federal eleita Júlia Zanatta (PL-SC) compartilharam neste domingo (16) uma notícia falsa sobre vandalismo que teria ocorrido em uma Igreja Adventista da cidade de Xaxim, no Oeste de Santa Catarina. O post, que gerou polêmica e medo em fiéis, foi removido nesta segunda-feira (17).

A publicação feita pela deputada e repostada pelo senador, ambos eleitos nas eleições de 2022, acompanhava um carrossel de fotos de uma igreja pichada com palavrões, como “Deus é corno”, “Jesus está morto” e “Crente hipócrita”, e símbolos nazistas.

Seif escreveu na legenda da imagem. “Mais um ataque à igreja e a nossa fé. Desta vez aconteceu aqui em Santa Catarina, na cidade de Xaxim, no Oeste catarinense. As imagens falam mais do que qualquer legenda. Para aqueles que acham que estamos vivendo uma eleição normal, ainda dá tempo de abrir os olhos. Eles querem a destruição das famílias”, disse.

Já Júlia disse: “Toda a minha solidariedade aos líderes e fiéis da Adventista da Cidade de Xaxim. Estou certo que a Polícia Militar de SC encontrará e punirá os vândalos de suas ações criminosas e covardes contra a igreja. Lembre-se que o PT e a sua Gangue apoiam todos ditadores que perseguem religiosos e defendem os que destroem templo, em Curitiba”.

A publicação feita pela deputada foi logo apagada. Já a repostagem feita pelo senador foi excluída assim que a reportagem entrou em contato com a assessoria do político. A equipe de Seif informou que providenciou a retirada da imagem por “tratar-se de publicação antiga, mas não falsa, sobre violência praticada contra a instituição”.

Em nota à imprensa, a Igreja Batista do Sétimo Dia esclareceu que “não são recentes as fotos do templo pichado” e que não ocorreu em Santa Catarina. “O caso de vandalismo ocorreu em abril de 2021 em um templo adventista situado no interior do Pará”.

Jonas Michel Gonçalves, pastor da igreja de Xaxim, citada pelos políticos, comentou na internet que muitos fiéis ficaram preocupados com as informações. “Muitos irmãos e amigos estão preocupados, mas essa postagem se trata apenas de uma montagem fake, unindo imagens aleatórias”. Uma das imagens, inclusive, trata-se de um episódio que ocorreu em uma igreja de outra denominação.

O que disse Seif

A publicação feita no dia 16/10/2022, trata-se de uma repostagem sobre um fato que, naturalmente, gerou grande comoção em toda comunidade cristã brasileira. Ao tomar conhecimento da nota emitida pela Igreja Adventista do Sétimo Dia, que informou ser fato ocorrido em abril de 2021 no estado do Pará, providenciei a retirada da postagem de circulação, devido tratar-se de publicação antiga, mas não falsa, sobre violência praticada contra a instituição. Sigo sendo contra qualquer tipo de violência e perseguição religiosa, independentemente de onde ocorra, e luto para que casos como esse sejam investigados e os autores identificados e punidos.

O que disse a Igreja Adventista

A Igreja Adventista do Sétimo Dia esclarece que não são recentes as fotos de um templo pichado, que circulam atualmente nas redes sociais.  Também não é verdadeiro que tal congregação está localizada na cidade de Xaxim, no oeste de Santa Catarina.  O caso de vandalismo ocorreu em abril de 2021 em um templo adventista situado no interior do Pará. A Igreja Adventista do Sétimo Dia informa que, na época do ocorrido, foram tomadas todas as providências necessárias. O fato foi reportado à autoridade competente.

 

Fonte ND+

Deixe seu comentário