Xaxim

Lance Notícias | 28/07/2022 10:14

28/07/2022 10:14

27494 visualizações

Professora abandona a profissão para ficar perto do filho e empreende no ramo de canecas

Professora abandona a profissão para ficar perto do filho e empreende no ramo de canecas

Quem é que não gosta de um bom cafezinho ou um delicioso chá da tarde, não é mesmo? Ainda mais quando essas bebidas são servidas dentro de uma caneca personalizada.

Canecas podem contar histórias, homenagear alguém e até mesmo identificar pessoas e profissões. Foi pensando nisso que Michele Giachini Peruzzo, começou a empreender na personalização de canecas.

Michele é formada em Matemática e era professora efetiva na cidade de Chapecó. Além disso, estava à frente da coordenação pedagógica da escola, mas isso tudo antes da chegada de seu filho Arthur.

Foram seis meses de licença maternidade que ela passou juntinho do filho, e na hora do retorno o coração de mãe apertou e decidiu pedir exoneração do cargo efetivo para poder ficar com o filho em tempo integral.

— Essa decisão não foi fácil, pois tenho muito amor pela minha profissão e deixar para trás a escola, concurso e a vida profissional não foi uma tarefa fácil. Mas sem dúvidas, a tarefa mãe supera tudo e muito mais, estar ao lado do filho nos primeiros passos, nas primeiras palavras, acompanhar seu desenvolvimento dia a dia é maravilhoso, encantador e ter esse privilégio me faz muito feliz e realizada — conta emocionada.

Assim que Michele deixou a escola começou a pesquisar formas de empreender em casa, buscando encontrar afazeres que poderiam ser feitos junto do seu filho. Foi aí que ela começou a estudar e se dedicar a confeccionar as canecas.

— Eu estou amando o que faço, pois em cada caneca é possível transmitir alegria, emoção e uma série de sentimentos. Deixar do jeitinho que a pessoa quer olhar/lembrar/recordar ao tomar seu café, seu chá é muito bom — diz.

O empreendimento está apenas no início, segundo Michele é uma nova fase para uma mamãe que largou seu emprego para acompanhar o crescimento e desenvolvimento de seu filho. O fato é já foram feitas dezenas de canecas, e em cada uma delas ficaram expressas boas recordações e belas homenagens.

E não para por aí, Michele fala dos planos futuros.

— Ainda estamos no início e nos organizando para formalizar o empreendimento, que continuará sendo feito de casa, junto do meu filho — finaliza.

 

Confira o trabalho feito por Michele nas redes sociais: @personalizados.map

Deixe seu comentário