Comunidade

Maicon Fiuza | 05/08/2022 18:24

05/08/2022 18:24

9676 visualizações

Quer fazer parte dos Doutores RiSonhos? Oficina ensina palhaçaria para a comunidade

Quer fazer parte dos Doutores RiSonhos? Oficina ensina palhaçaria para a comunidade Fotos: Suzane Gobbi

Você sempre quis fazer parte de um projeto como os Doutores RiSonhos e levar alegria e humanização para hospitais e outras instituições? Então essa é a sua chance: estão abertas as inscrições para a Oficina de Iniciação à Palhaçaria, realizada pelos Doutores RiSonhos e aberta à participação para toda a comunidade.

A oficina acontece de forma híbrida, com dois encontros online e um presencial e dará oportunidade para quem tem interesse em conhecer melhor a palhaçaria de adentrar nesse mundo.

A iniciação à palhaçaria é a porta de entrada para a formação continuada oferecida pelos Doutores, que vem logo depois.

—A oficina propõe um espaço para conhecer o universo de palhaças e palhaços, sua pesquisa, sua história, seus desafios e conquistas. É o primeiro passo de uma jornada que pode levar a pessoa a trabalhar com palhaçaria no ambiente hospitalar— comenta a Diretora Artística e Coordenadora Geral do projeto, Michelle Silveira da Silva, que irá ministrar a formação.

Primeiro passo

A iniciação foi o início da carreira como palhaça pra quatro das seis integrantes atuais dos Doutores RiSonhos: Nívia Moro (Palhaça Tetê); Indiamara Sutili (Palhaça Miúda), Amanda Stumm (Palhaça Kirina) e Deise de Oliveira (Palhaça Margarida), que iniciaram sua carreira passando pela oficina, depois pela formação continuada.

Deise conta que descobriu um mundo novo desde a primeira vez em que participou.

— Me apaixonei pela arte da palhaçaria e continuei fazendo oficinas, treinamentos, participando do grupo em todas as atividades oferecidas. Entrei em 2019 como palhaça aprendiz e foi uma experiência única para mim — comenta.

Indiamara também revela que a participação foi o primeiro passo para sua atuação como palhaça.

— A iniciação para mim foi o início de várias descobertas pessoais, foi o pontapé inicial para aprender sobre a palhaçaria e foi fundamental para a construção da minha palhaça — destaca.

Já Nivia participou da iniciação em 2017 e conta que o processo a fez enxergar a palhaçaria de uma forma diferente.

— Já na primeira oficina, descobri que a palhaça não é só um nariz e uma roupa colorida, é um ser em constante construção, que precisa de muito estudo, pesquisa e entrega. E foi ao longo das formações que pude construir a minha palhaça e agora em 2022 consegui entrar para o grupo e atuar na palhaçaria hospitalar— comemora.

Amanda ressalta que a formação é de extrema importância também para o desenvolvimento do trabalho.

– A oficina nos dá acesso a quem é esse palhaço e como ele vai se construir daqui pra frente. No hospital, a gente consegue perceber como pessoa, atriz e palhaça, quanto é importante ter essa base firme para levar esse trabalho adiante com seriedade e muita alegria – afirma.

INSCRIÇÕES

As inscrições, com vagas limitadas, estão abertas do dia 05 ao dia 15 de agosto, por meio de formulário disponível no site https://forms.gle/s5UMSzxSVzr3uN7g6 e qualquer pessoa acima de 16 anos pode se inscrever. Os selecionados serão divulgados no dia 16 de agosto, pelas redes sociais @doutoresrisonhos.

Os encontros acontecem online nos dias 18 e 23 e presencial no dia 20, na Unoesc Chapecó, e a oficina contará com os recursos de audiodescrição, tradução em libras e acessibilidade para pessoas com deficiência.

A formação é promovida por meio do projeto “Doutores RiSonhos – Palhaçaria como ferramenta de humanização hospitalar – PRONAC 203857”, com recursos da Secretaria Especial da Cultura/Ministério do Turismo, através da Lei Nacional de Incentivo à Cultura. Os patrocinadores do projeto neste ano são: Expresso São Miguel, Foz do Chapecó, Vetanco e Acasel.

Deixe seu comentário