Sem categoria

Lance Notícias | 24/08/2022 16:17

24/08/2022 16:17

25068 visualizações

“É um milagre eu ter sobrevivido”, diz mulher de Xaxim que superou obstáculos após sofrer acidente e amputar um dos braços

A xaxinense Cleonice de F. A Bazzi sofreu um acidente de trânsito no dia 4 de maio de 2009, quando voltada de uma consulta no oftalmologista. Cleonice estava com o filho e capotou o veículo na curva do coelho, na BR-282, em Cordilheira Alta. A jornalista do Lance Xaxim conversou com Cleonice e ela conta […]

“É um milagre eu ter sobrevivido”, diz mulher de Xaxim que superou obstáculos após sofrer acidente e amputar um dos braços

A xaxinense Cleonice de F. A Bazzi sofreu um acidente de trânsito no dia 4 de maio de 2009, quando voltada de uma consulta no oftalmologista. Cleonice estava com o filho e capotou o veículo na curva do coelho, na BR-282, em Cordilheira Alta.

A jornalista do Lance Xaxim conversou com Cleonice e ela conta que o período de adaptação após o acidente foi melhor que o esperado.

— Foi tudo muito normal, como os médicos e socorristas falaram foi um milagre eu ter sobrevivido — conta.

Ela conta que nunca colocou nenhum obstáculo em suas atividades após o acidente, desde o dia que voltou para casa do hospital, após amputar o braço.

— Claro, tem coisas que é impossível fazer com uma mão, por exemplo quando preciso pegar algo que precisa a força dos dois braços. Mas todo o resto sempre fiz sem problemas, me adapto e faço — declara.

Sobre a superação, Cleonice diz que só superou graças a Deus que fez o milagre. Ela conta que nunca teve sentimento de revolta ou pensamentos como “por que isso aconteceu comigo?”
— Tudo tem um processo em nossas vidas apenas temos que entender o agir de Deus — ressalta.

Para Cleonice o apoio da família foi fundamental para a superação, ela diz que o esposo e os filhos sempre estiveram ao seu lado, prestando todo o apoio. Ela agradece especialmente ao esposo Evair Bazzi, e aos filhos Deivdi Bazzi e Fabricio Bazzi.

— Nunca me trataram como alguém especial ou com indiferença, muito pelo contrário, continuei sempre como se nada tivesse acontecido, dirijo, faço almoço, limpo a casa e todas as tarefas normais do dia a dia — comenta.

Fazem 13 anos que Cleonice sofreu o acidente, e ela diz que desde então ela tem investido na sua vida com Deus, para ela é o que mais ajudou.

Atualmente ela possui um canal no YouTube, lá ela posta vídeos de motivação, conta um pouco de sua história e leva conforto para as pessoas com uma palavra de Deus.

Deixe seu comentário