Histórias

Maicon Fiuza | 25/08/2022 13:27

25/08/2022 13:27

9982 visualizações

Grupo no Facebook busca resgatar e manter viva a história de Xaxim

A importância da preservação histórica pode ser associada a memória coletiva e individual, pois é através da memória que nos orientamos para compreender o passado, o comportamento de um determinado grupo social e cidade. O avivamento da memória também contribui para a formação de identidade, resgate de raízes, está ligada formação cultural e econômica de […]

Grupo no Facebook busca resgatar e manter viva a história de Xaxim

A importância da preservação histórica pode ser associada a memória coletiva e individual, pois é através da memória que nos orientamos para compreender o passado, o comportamento de um determinado grupo social e cidade. O avivamento da memória também contribui para a formação de identidade, resgate de raízes, está ligada formação cultural e econômica de um povo.

Levando isso em conta os idealizadores do grupo Lisiane Zanotto, Iunes Ferraz e Eduardo Lunardi tiveram a ideia de criar no Facebook, um grupo denominado Das Antigas – Xaxim.

O Lance Xaxim conversou com Bena Gaspari uma das pessoas que alimenta o grupo com histórias e lembranças do passado que retratam a história de Xaxim.

Conforme conta Bena o grupo surgiu com o objetivo de preservar a história da cidade, dos primeiros moradores, das casas, das comidas, dos colonizadores através de fotos e relatos.

— O grupo é aberto a comunidade em geral para postar, desde que seja relacionado à Xaxim. É uma forma das famílias compartilharem curiosidades e também ver o grau de parentesco de todos — conta.

Ao citar assuntos já postados no grupo Bena relata que tem desde o fato de uma cabocla contando sobre a lenda de uma visagem no quintal, ou sobre uma chave encontrada no lote, profissões dos avós e bisavós que não tinham conhecimento, até objetos muito bem conservados como mobília.

Para ficar por dentro do que é postado no grupo e se inteirar sobre a história do município basta acessar o grupo no Facebook Das Antigas – Xaxim.

Deixe seu comentário